UOL Esporte - Copa 2006UOL Esporte - Copa 2006
UOL BUSCA

02/05/2006 - 18h47

ONG protesta no México por insulto homofóbico a jogador

Da AFP
Na Cidade do México (México)
Uma organização não governamental (ONG) mexicana dedicada à defesa de assuntos relacionados à orientação sexual enviou protestou junto a Federação Mexicana de Futebol (FMF) pelos insultos dirigidos por um árbitro a um jogador, chamando-o de "cozinheiro homossexual".

"A orientação ou preferência homossexual de uma pessoa, mesmo que se trate de um atleta, um político, um operário, um jornalista ou qualquer outro indivíduo, não tem relação com seu valor pessoal nem com sua capacidade profissional", expressou a ONG "Movemos" em sua carta à FMF.

"Quando uma pessoa utiliza o termo 'homossexual' como instrumento de insulto, é claro que está atuando a partir do preconceito e está alimentando um estigma social contra aqueles que têm esta orientação sexual", acrescentou.

O jogador envolvido neste caso é o zagueiro Duilio Davino, do América, que foi suspenso por dois jogos em 30 de abril por ter insultado o trio de arbitragem que atuou no jogo entre sua equipe e a do Monterrey.

Davino argumentou que o árbitro Germán Arredondo o ofendeu ao chamá-lo de homossexual, o que desatou sua raiva. O árbitro, por seu lado, sustenta que jamais disse tal coisa.

SELEÇÕES