UOL Esporte - Copa 2006UOL Esporte - Copa 2006
UOL BUSCA

Últimas Notícias

12/07/2006 - 12h32

Grondona quer acordo para manter Pekerman

AFP
Em Buenos Aires
O presidente da Associação de Futebol Argentina (AFA), Julio Grondona, considerou nesta quarta-feira que "as coisas podem ser acertadas" para que José Pekerman reveja sua renúncia como técnico da seleção nacional após sua eliminação nas quartas-de-final da Copa da Alemanha-2006.

"O que interessa é conversar e ver qual é o motivo da renúncia, analisando se as coisas podem ser resolvidas", afirmou o dirigente à imprensa ao chegar ao aeroporto internacional de Ezeiza vindo da Alemanha.

"Na vida e no futebol se pode mudar (de idéia), veremos se podemos resolver isto", disse Grondona que descartou que exista "um plano B" para o caso de não conseguir convencer Pekerman.

No entanto, já há uma longa lista de candidatos para substituí-lo, entre eles o ex-técnico do Boca Juniors, Carlos Bianchi, e o ex-capitão da seleção, Diego Maradona.

"Temos que estar preparados para ouvir todos, todos podem ter uma oportunidade" de dirigir o selecionado alviceleste, disse Grondona.

SELEÇÕES