UOL Esporte - Copa 2006UOL Esporte - Copa 2006
UOL BUSCA

21/06/2006 - 15h53

Ronaldo está pesando 90,5 kg, afirma preparador da seleção

Daniel Tozzi e João Henrique Medice*
Enviados especiais do UOL
Em Dortmund (Alemanha)
Ronaldo pesa 90,5 kg. Quem pôs fim ao segredo de Estado mais valioso da seleção brasileira foi Moraci Sant'Anna. Nesta quarta-feira, em entrevista à reportagem do jornal "Lance!", o preparador-físico quebrou o sigilo estabelecido pela comissão técnica quanto ao assunto e aproveitou para descrever como foi e tem sido a recuperação do "Fenômeno" em plena Copa do Mundo.

O atacante chegou a Weggis (SUI), primeira parada da preparação brasileira, com 94,7 kg distribuídos no seu 1,83 m. Além do sobrepeso, Ronaldo dava sinais de estar fora de forma, até porque não entrava em campo pelo Real Madrid desde o início de abril, quando sofreu uma lesão na perna direita.

A EVOLUÇÃO DO PESO DE RONALDO
DataPesoMomento da carreira
199475 kgCopa do Mundo. Ronaldo era fino e media 1,79 m
199578 kgEm seis meses no PSV, o trabalho para ganhar massa muscular também fez Ronaldo crescer 2 cm. Ele cresceria mais e hoje mede 1,83 m
200082 kgQuando estourou o joelho, Ronaldo tinha o peso que hoje consta no site da Fifa
Junho 200286 kgCampeão e artilheiro da Copa. Oficialmente, pesava 81 kg. Ronaldo confessou depois os 86 kg
Outubro 200287 kg
(alegados por Ronaldo)
Jornais espanhóis acusam que Ronaldo começou no Real Madrid muito acima do peso
200488 kgPolêmica "Ronaldo Gordo?" às vésperas de Brasil 3 x 1 Argentina (3 gols dele, de pênalti)
Maio 200694,7 kgRonaldo se apresenta à seleção. Alega estar com 87 kg. Site da Fifa informa 82 kg
21/06/200690,5 kgVéspera do jogo Brasil x Japão
"De lá para cá ele abaixou, e abaixou bem (o peso)", afirmou Sant'Anna ao Lance!. "Essa última (pesagem) o peso dele deu 90,5 kg. Já abaixou um quilo. E o ideal, pelo percentual de gordura, é 90kg. Esse meio para cima, meio para baixo, um para cima, um para baixo, não quer dizer nada", completou o preparador. Na semana passada, em Königstein, Sant'Anna afirmou que o percentural de gordura de Ronaldo era 11,8%. A média do time é 11,5%.

Mas, segundo Turíbio Leite de Barros, que já trabalhou ao lado de Moraci Sant'Anna no São Paulo, clube no qual ainda exerce a função de fisiologista, o peso do atacante está fora dos padrões para um atleta de futebol profissional.

"Para mim, um atleta de futebol que mede 1,83 m e está com mais de 90 kg está fora de seu peso ideal. Mesmo que exista uma massa muscular muito grande, pode se dizer que não se trata da forma adequada. Não existindo um excesso de gordura e sim de músculos, sua mobilidade está, sem dúvida, prejudicada", comentou.

Para o fisiologista, Ronaldo deveria se apresentar à seleção com cerca de 84 kg para ser considerado um jogador com peso normal. Até mesmo a tontura sentida pelo atacante após a partida contra a Croácia pode estar relacionada ao esforço feito pelo atacante para diminuir a massa corporal.

"Com quase 95 quilos ele estaria mais de dez acima do ideal. O trabalho dos preparadores físicos parece perfeito, já que ele está perdendo cerca de um quilo por semana desde que se apresentou. Seus esforços para perder peso rapidamente podem sim ter causado a sensação de tontura, mas isso é apenas uma hipótese", explicou.

Para chegar ao peso ideal sem prejudicar sua saúde e arriscar uma perda ainda maior de desempenho, o atacante precisaria de um tempo maior do que o restante para o final do Mundial, que termina no dia 9 de julho.

"Se ele continuar perdendo peso de maneira correta, não chegará nem mesmo na decisão com sua forma ideal. É claro que estará muito mais próximo, mas deve estar com, no mínimo, 87 kg", enfatizou o fisiologista.

Segundo Sant'Anna, desde o dia 22, data da chegada da delegação à Europa, Ronaldo apresenta contínua evolução. "Ele tem feito muito bem o tipo de treinamento que temos colocado", afirmou o preparador ao Lance!.

O que impediu Ronaldo de entrar no ritmo do restante do grupo logo no início do trabalho foi mesma a lesão sofrida em abril.

"Ele ainda não tinha confiança para fazer um trabalho de velocidade. Agora está mais solto, com mais confiança, está se sentindo bem", analisou o preparador, que não garante se o "Fenômeno" seria capaz de jogar uma partida inteira, caso fosse necessário. "Isso depende muito do ritmo de cada partida", comentou.

Segundo o dr. Fábio Bessa Lima, professor do departamento de Fisiologia e Biofísica da Universidade de São Paulo, o dado revelado por Moraci é insuficiente para cravar se Ronaldo está ou não com sobrepeso.

CARMA DO BRASIL

O peso de Ronaldo virou uma espécie de "carma" da seleção brasileira no Mundial. Independentemente do desempenho do atacante em treinos ou coletivos, a sua situação física era o que despertava maior interesse dos jornalistas.

Questionada, a comissão técnica adotou silêncio total quanto aos resultados dos exames feitos pelos jogadores no início da preparação. Sant'Anna foi o primeiro a detalhar publicamente qual o estado do jogador. O médico da seleção, José Luiz Runco, chegou a dizer, sobre o peso de Ronaldo, que a informação era "sigilosa". O próprio jogador demonstrou irritação por várias vezes ao ser questionado sobre o assunto.

Como se não bastasse, o dado fornecido por Sant'Anna contrasta com todas as informações oficiais já divulgadas. A Fifa (Federação Internacional de Futebol Association) afirma em seu site que Ronaldo pesa 82kg. O site oficial do Real Madrid acompanha a entidade máxima. Já a página do jogador informa 86 kg.

Mas, ao menos até 29 de maio, nem mesmo o estafe de Ronaldo se entendia sobre o tema. No site do atacante, a versão em português informava que o peso era 87kg, mesmo dado veiculado na versão em inglês. Já o endereço em espanhol registrava 80 kg.

"Para uma pessoa comum, indicaria sobrepeso, tendendo à obesidade", descreveu, avaliando que o índice de massa corporal do atleta está em 27,02, quando o índice normal deve indicar entre 18,5 e 25. "Mas quando o índice é aplicado sobre um atleta, ele precisa de correções".

Isso ocorre porque o atleta pode ter excesso de massa magra, e seus músculos são mais hidratados. Assim, o peso muscular é maior. No entanto, para fazer um diagnostico preciso, seria necessário um relatório mais completo.

Criticado por suas atuações apagadas nas duas primeiras partidas da seleção no Mundial, Ronaldo viu seu peso ser motivo de polêmica até com o presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, que questionou o técnico Carlos Alberto Parreira quanto à forma física do atacante.

Avaliando a evolução baseado apenas nestes dados, Lima afirmou que "pode ser que ele tenha emagrecido mesmo, perdido massa gorda. É uma das coisas mais prováveis". No entanto, a falta de informações mais completas pode levar a uma conclusão errada. "Esse dado pode ser enganoso", concluiu.

*Colaboraram Paulo Luis Santos e Evandro Lopes, em São Paulo


SELEÇÕES